Em blitz, PM exige dinheiro e 'favores sexuais' da mulher de motorista

Um integrante da Polícia Militar do estado de Pernambuco foi excluído recentemente da corporação após tentar obter vantagens financeiras e também “favores sexuais” do motorista e de sua mulher. Aconteceu em Olinda, região metropolitana de Recife.
Segundo informações da Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social (SDS) e do site do Jornal do Commércio, G.G.R. teria inclusive posto as mãos nas pernas da mulher do motorista, que estava embriagado, e feito chantagens de conotação sexual para livrá-lo das penas previstas no Código de Trânsito. A lei prevê multa e até prisão em flagrante, dependendo da situação.
O motorista foi parado em uma blitz na região da Avenida Frederico Lundgren, no bairro Rio Doce. Na hora, o fluxo de carros era bem abaixo da média para a normalmente movimentada via, pois já estava de madrugada.
Ao fazer o teste do bafômetro e acusar o nível de álcool no sangue acima do permitido, o motorista então conversou com o soldado, que pediu uma quantia em dinheiro para fazer vista grossa. Porém, não satisfeito, o policial propôs que a mulher, que sentava-se no lado do passageiro, fizesse “favores sexuais”, chegando a apalpar suas pernas.  
Após investigação, a Corregedoria confirmou a veracidade das irregularidades cometidas pelo policial. Desta forma, o secretário de Defesa Social Alessandro Carvalho excluiu G.G.R. da corporação, em decisão publicada esta semana no Diário Oficial do Estado.
Foto: Prefeitura Municipal de Olinda
Partilhar
© 2012 | Portal Vargem Grande todos os direitos reservados desenvolvido por: Grupo Mega Music Soluções em Informática