Sargento acusado de matar a mulher é preso em Mantena

O sargento da reserva da Polícia Militar, Natalino Botelho, de 65 anos, acusado de assassinar a esposa, a biomédica Nádia Helena Guerra, de 56, na noite desta quarta-feira (30) em São Gabriel da Palha, norte do Espírito Santo, foi preso nesta quinta-feira (31). Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito, que já foi vereador do município onde aconteceu o crime, foi encontrado em Mantena e levado para a região norte do Estado, onde prestará depoimento.
Segundo a polícia, Natalino matou a companheira com cinco tiros e, em seguida fugiu com o filho do casal, de 15 anos, portador da síndrome de Down. O corpo de Nádia foi encontrado por volta das 21 horas de quarta-feira, na casa da família.
Na terça-feira, o sargento já havia sido preso, suspeito de agredir e ameaçar a esposa. No entanto, no dia seguinte, a própria vítima foi até a delegacia e pagou a fiança arbitrada pelo delegado. Natalino foi liberado e chegou a voltar para a casa da família, mas teria cometido o crime horas depois.


Suspeito foi preso nesta quinta-feira em Mantena
Foto: Reprodução
Segundo familiares, o suspeito pode ter premeditado o crime. Isso porque, horas antes de assassinar a vítima, ele teria passado no banco, sacado uma grande quantia de dinheiro e ainda abastecido o carro, provavelmente já pensando na fuga.
O caso está sob investigação da Delegacia de Polícia de São Gabriel da Palha, sob responsabilidade do delegado João Seidel Júnior. O corpo de Nádia está sendo velado desde as 9 horas desta quinta-feira, no Templo Maçônico de Colatina.

fonte folha vitoria 
Partilhar
© 2012 | Portal Vargem Grande todos os direitos reservados desenvolvido por: Grupo Mega Music Soluções em Informática